Image Image Image Image Image

12

set

Velhas Árvores

Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores novas, mais amigas:
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas…

O homem, a fera, e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres de fomes e fadigas;
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo! envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem;

Na glória da alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!

Olavo Bilac

Singela homenagem ao meu querido tio, Jorge Nogueira de Camargo, que deixou, além da saudade e do exemplo, inúmeras árvores plantadas na cidade de São Paulo. Este ipê vive há 30 anos no jardim de sua residência.
Tio Jorge partiu, mas elas nos falam dele.

Tags | , ,

 Submit a Comment